SETORES MENOS PRODUTIVOS SEGURAM O PIB

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

SETORES MENOS PRODUTIVOS SEGURAM O PIB

Mensagem por LAYLLA LORRAINY em Qua Abr 15, 2015 9:13 pm

Para uma economia deslanchar é importante que setores mais produtivos se mantenham fortes. Dados mostram que nos anos de 2000-2001 isto aconteceu, quando este grupo passou de 27,6% para 30,3% no seu valor adicionado levando os setores menos produtivos a perder espaço.
    Com a crise imobiliária este quadro se reverteu, pois os setores mais produtivos tiveram que recuar, começou a haver uma desindustrialização, que pode ser classificado ate mesmo como uma regressão produtiva, pelo fato de que o mercado externo estava em crise e esta perda de espaço de industria pode ser vista mais na areia de tecnologias, dados mostram que entre 2010 e 2011 recuou para 27,3%, esta perca de espaço foi ocupado pelos setores com produtividade menos eficientes como o comercio, alimentação e serviços pessoais que representaram 1/3 do PIB.
    Segundo Marcone o modelo baseado na expansão do consumo que levou a esta situação, pois é um modelo que mantem os salários acima da produtividade, valorização do cambio, expansão do credito e ampliação do gasto publico. Mas isto funcionou ate a crise, pois a valorização do cambio estava favorecendo a importação, e quem produzia internamente começou a ficar sufocado para investir e também levou a uma valorização do setor de serviços.
   Para Marcone a desindustrialização brasileira começou nos anos 80 e se acentuou em 2000, e ainda diz que os setores menos produtivos vão continuar avançando, as formas que ele encontra para reverter a situação que esse modelo levou a economia seria a desvalorização do real, reajustes salariais mais contidos e uma politica de credito mais restritiva, só que para isso acontecer o processo devera passar pela retomada do investimento, e no momento o cenário não é atrativo, e isto depende também da demanda externa ou de novas concessões na infraestrutura, então afirma, setores com media-alta e alta tecnologia tem que aumentar a participação para que esta situação seja revertida.
   Enquanto nos países desenvolvidos os serviços que crescem são setores como design, marketing, software, isto ainda não é a realidade no Brasil, porque os serviços que crescem aqui não são os que agregam valor à produção

Laylla Lorrainy da Silva Ramos e Grazielly Teixeira Lopes

LAYLLA LORRAINY

Mensagens : 1
Data de inscrição : 15/04/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum